Natal,

🎅 Sugestões de cabazes de Natal

17:46:00 Ana Filipa Costa 2 Comments

Imagem retirada do site Ekonomista
O Natal aproxima-se a passos largos, estamos a menos de um mês do grande dia! 😊
Já têm todas as prendas preparadas?

De há uns anos para cá, é habitual oferecer cabazes com prendinhas comestíveis personalizadas mas este ano, por conta da gravidez, não me vai ser possível preparar os meus queridos cabazes (com um pouco de sorte, ainda vou passar o Natal à maternidade! 😅).

Resultado? As minhas prendas estão super atrasadas! Mas parece que o Continente "leu o meu pensamento" e tem à disposição uma vasta gama de cabazes, acessíveis a todas as carteiras.

Existem os cabazes com produtos essenciais em qualquer mesa, assim como cabazes com produtos mais Gourmet, próprios para ocasiões especiais, para além disso existe também a possibilidade, se forem empresas e para encomendas superiores a 50 unidades, de personalizar os cabazes com produtos à vossa escolha. Interessante não acham?
Abaixo deixo-vos algumas sugestões, ao clicarem nos produtos, são direccionados para o site do Continente onde podem ver todos detalhes (preços e condições de encomenda).



Podem consultar o catálogo aqui -> Catálogo Cabazes Continente

2 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)

Natal,

Rabanadas, já a pensar no Natal! [Receita em vídeo]

09:00:00 Ana Filipa Costa 12 Comments


Sim, por aqui já andamos a pensar no Natal! 😊

Este ano fui convidada a participar numa rúbrica muito interessante: "A preparar o Natal" criada pela Ana e pela Cláudia, autoras dos Blogs "A Casinha das Bolachas" e "O Prazer da Cozinha" respectivamente, que reune uma série de Bloggers com um só propósito, ajudar-vos a preparar o vosso Natal com:
🎄Sugestões de presentes comestíveis
🎄Embrulhos e etiquetas
🎄Sugestões para almoço ou jantar de Natal
🎄Sugestões de doces de Natal



Até dia 22 de Dezembro terão oportunidade de ver as mais variadas sugestões. Cada Blogger tem um tema, e deverá apresentar num dia agendado, a sua sugestão dentro desse tema.
Se quiserem ficar a conhecer em detalhe quais os Blogs participantes e os dias de publicações, visitem os links acima, dos Blogs organizadores, para ficarem a par de todos os detalhes.

Hoje foi a minha vez de participar, e o meu tema são as Sugestões de doces de Natal.
Sem pensar duas vezes, decidi-me pelas rabanadas, primeiro porque estava com uma vontade enorme de comer rabanadas (coisas de grávida 😊) e segundo porque na minha mesa de doces Natalícios as rabanadas têm sempre lugar reservado!

Decidi gravar a receita também em vídeo, espero que gostem!

E na vossa mesa de doces de Natal, qual é aquele doce que nunca pode faltar? Contem-me tudo!😄



Ingredientes:
→ 1 pão de cacete para rabanadas, amanhecido
→ 4 ovos
→ 1 litro de leite
→ 3 c.sopa de açúcar
→ 1 pau de canela
→ Casca de limão
→ açúcar e canela em pó qb para polvilhar
→ óleo qb para fritar


Preparo - Modo Tradicional:
1) Levar ao lume o leite com o açúcar, a canela e a casca de limão, deixar que aqueça, sem ferver (o açúcar deverá dissolver-se por completo). Deixar amornar.
2) Levar o óleo a aquecer numa frigideira.
3) Cortar o pão em fatias, mais grossa ou mais finas, consoante o gosto pessoal e dispor numa travessa funda.
4) Regar as fatias com o leite amornado, de ambos os lados.
5) Numa tigela, bater vigorosamente os ovos, até que fiquem espumosos.
6) Mergulhar as fatias já embebidas no leite, no ovo, cobrindo ambas as partes.
7) Levar as fatias a fritar no óleo quente, até que dourem de ambos os lados, colocando-as depois de fritas sobre papel de cozinha para que possa absorver o excesso de gordura.
8) Misturar um pouco de açúcar com canela em pó e passar as rabanadas já fritas por esta mistura. Estão prontas a comer. Podem ser consumida quentes ou frias.

Preparo - Com robot de cozinha:
1) No copo colocar o leite com o açúcar, a canela e a casca de limão, e programar 2 minutos, 50ºC, velocidade colher. Transferir para outro reservatório e deixar amornar.
2) Levar o óleo a aquecer numa frigideira.
3) Cortar o pão em fatias, mais grossa ou mais finas, consoante o gosto pessoal e dispor numa travessa funda.
4) Regar as fatias com o leite amornado, de ambos os lados.
5) Sem lavar o copo, colocar os ovos e programar 1 minuto, velocidade 4 e transferir os ovos batidos para uma tigela.
6) Mergulhar as fatias já embebidas no leite, no ovo, cobrindo ambas as partes.
7) Levar as fatias a fritar no óleo quente, até que dourem de ambos os lados, colocando-as depois de fritas sobre papel de cozinha para que possa absorver o excesso de gordura.
8) Misturar um pouco de açúcar com canela em pó e passar as rabanadas já fritas por esta mistura. Estão prontas a comer. Podem ser consumida quentes ou frias.





12 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)

Bimby,

Pão de alfarroba e sementes, estaladiço por fora e fofinho por dentro

09:53:00 Ana Filipa Costa 10 Comments


A partilha de hoje, foi escolhida pelos seguidores da Petiscana no Instagram!
Fiz uma sondagem para saber se queriam ver publicada primeiro a receita deste pão ou a receita de bifes ao molho de cogumelos. A votação foi renhida, mas a decisão recaiu sobre este pão! 😊



Fazer pão é casa é terapêutico.
Amassar, ver a massa crescer e a sua transformação, é algo perfeito!
Gosto de fazer experiências com junção de sabores diferentes e este pão foi o resultado de uma dessas experiências. O sabor da alfarroba é equilibrado, o pão fica estaladiço por fora e fofo por dentro, e as sementes conferem-lhe uma textura diferente.

Os "truques" que uso para que o pão me saia bem são simples e ao alcance de todos:

↪ usar fermento de boa qualidade (pessoalmente prefiro o seco, acho que o fermento fresco confere um sabor demasiado intenso ao pão, que pessoalmente não aprecio)
↪ respeitar os tempos de levedação das massas, a pressa é inimiga da perfeição
↪ as massas levedam melhor em locais quentes, por isso normalmente o que faço é ligar o micro-ondas (vazio) por 30 segundos na potência máxima e em seguida, já desligado mas quente, coloco a massa para levedar o tempo indicado na receita.
↪ colocar um recipiente com água no fundo do forno durante a cozedura do pão. Vai ajudar com a humidade da massa e deixar o exterior do pão mais estaladiço.

Este pão ainda morno, barrado com manteiga é simplesmente divinal! 😊

Ingredientes:
→ 50g de farinha de alfarroba
→ 450g de farinha de trigo tipo 65 (podem optar pela farinha integral)
Nota: Podem substituir as duas farinhas acima pela mistura já pronta da Nacional, usando assim 500g da mesma (o resultado será o mesmo, é uma questão de preferência)
→ 3 c.sopa de sementes a gosto (usei uma mistura de sementes de girassol, abóbora e linhaça)
→ 300g de água morna
→ 1 c.sopa de açúcar
→ 2 c.sopa de óleo
→ 1 c.chá de sal
→ 10g de fermento de padeiro seco (usei da marca Okedo que encontrei à venda no Makro, se conseguirem encontrar, recomendo vivamente, é excelente)

Preparo - Modo Tradicional:
1) Dissolver o fermento e o açúcar na água morna. Deixar repousar cerca de 10 minutos.
2) Misturar as farinhas, juntar a água com o fermento e o açúcar, o óleo e o sal até obter uma massa. Amassar depois numa bancada, cerca de 10 minutos. Juntar por fim as sementes e envolver bem.
3) Deixar a massa repousar numa tigela untada, por pelo menos um hora (ou até dobrar de volume)     - em local morno.
4) Pré-aquecer o forno a 210ºC.
5) Depois do repouso, remover o ar da massa, e com as mãos enfarinhadas, dar a forma desejada ao pão, dispondo-o sobre um tabuleiro de forno forrado com papel vegetal. No meu caso, fiz um pão em formato oval e dei-lhe alguns golpes alternados, para obter um aspecto mais rústico.
6) Levar o tabuleiro ao forno, colocando num fundo do forno uma tigela (no meu caso usei duas forma de queques) com água - o único cuidado a ter é o de usar uma tigela que aguente as temperaturas altas do forno. Deixar cozer por cerca de 30 minutos.

Preparo - Com robot de cozinha:
1) Colocar no copo o fermento, o açúcar e a água e programar 1 minuto, 37ºC, velocidade 1. Deixar repousar cerca de 10 minutos.
2) Juntar as farinhas, o óleo, as sementes e o sal e programar 4 minutos, velocidade espiga.
3) Deixar a massa repousar numa tigela untada, por pelo menos um hora (ou até dobrar de volume)     - em local morno.
4) Pré-aquecer o forno a 210ºC.
5) Depois do repouso, remover o ar da massa, e com as mãos enfarinhadas, dar a forma desejada ao pão, dispondo-o sobre um tabuleiro de forno forrado com papel vegetal. No meu caso, fiz um pão em formato oval e dei-lhe alguns golpes alternados, para obter um aspecto mais rústico.
6) Levar o tabuleiro ao forno, colocando num fundo do forno uma tigela (no meu caso usei duas forma de queques) com água - o único cuidado a ter é o de usar uma tigela que aguente as temperaturas altas do forno. Deixar cozer por cerca de 30 minutos.





10 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)

Bimby,

Barrinhas de cereais caseiras, com ingredientes saudáveis

17:14:00 Ana Filipa Costa 10 Comments


Quem me acompanha a algum tempo sabe que defendo uma alimentação equilibrada.
Não gosto de rótulos, porque acredito que na diversidade é que está o ganho.

Gosto de comida preparada com ingredientes saudáveis, não só pelo bem que faz mas pelo sabor delicioso que tem. Contudo não quer dizer que que não dê a minha "facadinha" aqui e ali, não sou de ferro 😊

Esta manhã tive o prazer de fazer uma pequena parceria com a Nutricionista Maria Lains! Reunimo-nos para conversar um pouco e adorei perceber que estamos em sintonia no que toca ao equilíbrio! Comer bem não deve ser algo temporário, deve ser um estilo de vida, e nesse aspecto, a Maria tem as ferramentas certas para nos ajudar.


A Maria desafiou-me a fazer uma receita de lanche saudável que desse para comer entre refeições e fosse adequado para pré-treinos.
A minha escolha recaiu sobre umas barrinhas de cereais caseiras. Simples e rápidas de preparar, para se adequarem ao ritmo acelerado que levamos no dia-a-dia, mas sem descuidar na escolha do ingredientes.
E já que nos iríamos encontrar pessoalmente, optámos por fazer um pequeno pic-nic, tendo assim a desculpa perfeita para provar estas barrinhas! 😊


Estas barrinhas são perfeitas também para quem, como eu, está grávida e procura snacks adequados para comer entre refeições.

Deixo-vos os contactos da Maria, caso tenha interesse em conhecer o seu trabalho, que recomendo vivamente. A ela só tenho a agradecer o convite para esta parceria!

No Facebook: Maria Lains, Nutritionist/Nnutricoach
No Instagram: nutri_marialains_

Abaixo deixo-vos a receita da barrinhas.

Ingredientes para 8 barrinhas:
→ 2 c.sopa de mel
→ 1 clara de ovo
→ 25g de manteiga de amendoim (usei manteiga caseira, receita aqui, feita apenas com amendoim tostado, sem açúcar)
→ 80g de flocos de aveia
→ 20g de arroz tufado
→ 20g de côco ralado
→ 20g de nozes picadas
→ 10g de sementes de chia
→ 10g de sementes de girassol
→ 10g de nibs de cacau (sem açúcar)
Para a calda:
→ 2 quadrados de chocolate negro
→ 1 c.chá de óleo de côco

Preparo - Modo Tradicional:
1) Numa tigela, colocar o mel, a clara de ovo e a manteiga de amendoim e levar ao microondas cerca de 30 segundos, apenas para diluir um pouco o mel e a manteiga e permitir que se misturem homogeneamente.
2) À mistura juntar os restantes ingredientes e envolver bem, de forma a que a mistura líquida cubra todos os ingredientes secos.
3) Numa forma rectangular estreita, estilo a de bolo inglês, forrada com papel vegetal, dispor o preparado, pressionando bem para compactar e uniformizar o preparado, alisando o mais possível.
4) Levar ao forno, a 200ºC, por 20 minutos. Deixar arrefecer completamente antes de cortar (rendo 8 barrinhas grandes ou 16 pequenas).
5) Derreter o chocolate com o óleo de côco no micro-ondas, de 30 em 30 segundos até que fique completamente dissolvido. Regar as barrinhas com a calda de chocolate e deixar que a mesma solidifique antes de armazenar (em recipiente hermético fora ou dentro do frigorífico, como preferirem).

Preparo - Com robot de cozinha:
1) No copo colocar o mel, a clara de ovo e a manteiga de amendoim e programar 1 minuto, 37ºC, velocidade 2.
2) À mistura juntar os restantes ingredientes e programar 30 segundos, velocidade colher inversa.
3) Numa forma rectangular estreita, estilo a de bolo inglês, forrada com papel vegetal, dispor o preparado, pressionando bem para compactar e uniformizar o preparado, alisando o mais possível.
4) Levar ao forno, a 200ºC, por 20 minutos. Deixar arrefecer completamente antes de cortar (rendo 8 barrinhas grandes ou 16 pequenas).
5) Derreter o chocolate com o óleo de côco no micro-ondas, de 30 em 30 segundos até que fique completamente dissolvido. Regar as barrinhas com a calda de chocolate e deixar que a mesma solidifique antes de armazenar (em recipiente hermético fora ou dentro do frigorífico, como preferirem).









10 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)

Carne,

Bifanas com molho de vinho do Porto e mostarda [Receita em vídeo]

12:18:00 Ana Filipa Costa 11 Comments


Esta é uma receita simples de preparar e muito saborosa, perfeita para preparar durante a semana, onde as refeições se querem práticas e rápidas.
Estas bifanas ficam perfeitas no pão, ou acompanhadas com um arroz branco.

A mostarda é a fiel amiga da bifana e o vinho do Porto confere-lhes um sabor ligeiramente adocicado, muito saboroso.

Preparei a receita num vídeo muito simples, com pouca edição, para que vejam o quão simples é preparar este prato 😊
Espero que gostem!



Ingredientes:
→ 5 a 6 bifanas temperadas a gosto (eu temperei com alho, sal, pasta de pimentão e sumo de limão com algumas horas de antecedência para apurar o sabor)
→ 1 c.sopa generosa de manteiga
→ 2 c.sopa rasas de mostarda
→ 1 cálice de vinho do Porto
→ 2 c.sopa de leite
→ 1 c.sopa de molho inglês
→ folhas de tomilho fresco a gosto (opcional)

Modo de Preparo:
1) Numa frigideira, levar a manteiga a derreter.
2) Adicionar as bifanas e fritar cerca de 2 minutos de cada lado (adicionem também a marinada do tempero das bifanas para enriquecer o sabor final do molho).
3) Retirar as bifanas para uma travessa e, na frigideira com o molho da fritura, adicionar os restantes ingredientes, envolvendo bem para obter um preparado cremoso (se gostarem do molho mais líquido poderão adicionar um pouco mais leite).
4) Retomar as bifanas para a frigideira, envolvendo bem no molho.
5) Salpicar com folhas de tomilho fresco e servir de imediato.



11 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)

Carne

Feijoada, a comida de conforto que não desilude

09:00:00 Ana Filipa Costa 11 Comments


Foi com muito agrado que aceitei o convite participar na rubrica "Comidas da mamã com..." da Inês do Blog O Diário da Inês. Obrigada Inês, pelo simpático convite! 😊

Para quem não conhece este Blog, podem encontrar não só receitas deliciosas como sugestões de restaurantes e lugares a visitar. Na referida rubrica a Inês convida bloggers a partilhar uma receita que associem à sua mãe e o motivo pelo qual escolhem essa receita. E desta vez, a convidada fui eu!

Para mim esta rubrica é muito especial pois a minha mãe é a minha mentora no que toca à culinária, e se hoje em dia eu vibro tanto com esta temática, é a ela que posso agradecer.

Confesso que não foi tarefa fácil escolher apenas uma receita de eleição. A minha mãe é uma cozinheira de mão cheia e quer doces como salgados, nas mãos dela saem sempre bem!

Mas ao pensar no assunto, concluí que existe uma receita que ela faz que fica sempre bem e costuma ser sempre muito apreciada, quer por mim como por todos os que provam. A feijoada! 

O que não deixa de ser um tanto irónico pois eu nem aprecio muito pratos pesados, mas a feijoada dela é mesmo muito boa! Fica sempre bem apetitosa e com um caldo cremoso delicioso! Deveras viciante e capaz de converter até aqueles que não apreciam feijoada! :)

Segue a receita para 6 pessoas.

Ingredientes:
→ 700g de entrecosto de porco
→ 4 entremeadas de porco
→ 1/2 chispe de porco
→ 1 orelha de porco
→ 1 chouriço de carne
→ 1 farinheira
→ 750g de feijão catarino seco
→ 1 cebola grande
→ 2 dentes de alho
→ 1 cenoura
→ 1 folha de louro
→ 1 c.sopa de segurelha
→ azeite qb
→ sal e pimenta a gosto
→ tabasco a gosto
→ 1/4 de couve repolho + 1/4 de couve coração
→ 1 raminho de salsa

Modo de Preparo:
1) Na noite de véspera ao dia em que se vai cozinhar/comer a feijoada, preparam-se as carnes e demolha-se o feijão. Temperamos todas as carnes (excepto o chouriço e a farinheira) com sal grosso e reservamos.
2) Numa bacia grande, colocamos o feijão seco e cobrimos com água, deixando a demolhar durante a noite.
3) No dia seguinte, começamos por cozer o feijão, escorrendo a água em que foi demolhado, colocando o feijão numa panela de pressão, cobrindo com água, tapando e levando ao lume até que levante fervura (atinja pressão). Nessa altura contamos 20 minutos e depois tiramos do lume. 4) Retiramos a pressão da panela e temperamos o feijão com a segurelha e o sal a gosto, levamos o feijão novamente ao lume só até levantar fervura e depois reservamos o feijão.
5) Num tachinho, levar a cozinhar em água, a farinheira (fazer alguns furos na mesma para não explodir). Reservar.
6) Na mesma panela, sem lavar, colocar a cebola, alhos e cenoura picados e a folha de louro, regar com um fio de azeite e levar a refogar até que a cebola fique translúcida. Nessa altura juntar as carnes cortadas em pedaços pequenos, o chouriço fatiado, as couves grosseiramente fatiadas, sal e pimenta a gosto e o tabasco. Deixar que a carne aloure um pouco antes de cobrir com 1 copo de água e tapar a panela de pressão. Levar ao lume até que levante fervura (atinja pressão). Nessa altura contamos 20 minutos e depois destapamos retirando a pressão e deixamos que o molho apure um pouco antes de juntar o feijão (e o caldo) previamente cozido e a farinheira fatiada. 
7) Deixar ferver por cerca de 5 minutos e rectificar temperos se necessário e juntar a salsa picada.
Servir com arroz branco e se apreciarem, farofa (um toque abrasileirado mas que combina muito bem com este prato).






11 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)

Bimby,

Compota de abóbora com nozes

09:00:00 Ana Filipa Costa 4 Comments


Esta compota é uma das minhas preferidas para comer com um belo pedaço de requeijão. Adoro a conjunção dos sabores.
Há quem a faça também com pinhões mas pessoalmente prefiro com nozes.

Esta receita foi retirada do livro de receitas essenciais da Bimby, neste caso a compota foi preparada no robot de cozinha, mas pode perfeitamente ser adaptado para o modo tradicional, deixo-vos os passos abaixo.

Na compota não se sente os pedaços de abóbora, fica uma espécie de puré. Se não forem fãs da consistência de puré, recomendo que depois de cozido, não triturem o preparado, juntem apenas as nozes e enfrasquem.

Este docinho é também uma excelente prenda para oferecer no Natal. Se como eu, gostam de preparar pequenos cabazes para oferecer, tomem nota da receita! 😊

Ingredientes:
→ 800g de abóbora (usei abóbora hokaido) sem casca nem sementes
→ 400g de açúcar amarelo.
→ sumo de 1 laranja
→ 1 pau de canela
→ 100g de miolo de noz grosseiramente picado

Preparo - Modo tradicional:
1) Num tacho grande colocar a abóbora cortada em pedaços pequenos, o açúcar, o sumo de laranja e o pau de canela e levar ao lume médio alto cerca de 40 minutos ou até obter a consistência desejada.
2) Retirar o pau de canela e com a varinha mágica, triturar o doce.
3) Juntar as nozes e envolver com a ajuda da espátula. Colocar o doce em frasco escaldados e tapar de seguida para criar vácuo.

Preparo - Com robot de cozinha:
1) Colocar no copo 400g de abóbora cortada em pedaços pequenos e programar 15 segundos, velocidade 6. Repetir o processo para os restantes 400g.
2) Adicionar o açúcar, o sumo de laranja e o pau de canela e programar 30 minutos, 100º C, velocidade 1, substituindo o copo de medida pelo cesto.
3) Retirar o pau de canela e programar 15 segundos, indo progressivamente até á velocidade 6.
4) Juntar as nozes e envolver com a ajuda da espátula. Colocar o doce em frasco escaldados e tapar de seguida para criar vácuo.
Nota: No fim do tempo, se a compota não tiver a consistência desejada programar 5 minutos, varoma, velocidade 1,  substituindo o copo de medida pelo cesto






4 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)

Bimby,

Fogaças de Alcochete, receita by Sarinha

11:15:00 Ana Filipa Costa 13 Comments


Para quem não sabe, sou residente em Alcochete. A minha terra natal é o Montijo (segundo a minha mãe, terei sido a última cesariana a nascer na maternidade do Montijo, antes da mesma fechar), mas vivo actualmente na linda terra de Alcochete.

Por aqui existem alguns doces típicos. O arroz doce e as fogaças são os principais.
Em Alcochete o arroz doce é branco, porque é confecionado sem a adição de ovos e manda a tradição que fique seco para que se possa cortar às fatias, ou em quadrados, mas claro que neste ponto há variações consoante o gosto de cada um.
Pessoalmente gosto mais do arroz doce cremoso e com a adição de gemas de ovo, por isso esta versão não é muito do meu agrado.
Já as fogaças, é outra conversa!
Um dos mais, senão o mais, emblemático doce de Alcochete é a fogaça, bolo quinhentista que está sempre presente nas festividades e no quotidiano dos alcochetanos. Com um forte sabor a canela e limão, crocante por fora mas mole por dentro, a fogaça está relacionada com a festa pascal do Círio dos Marítimos de Alcochete, que tem na sua origem uma promessa dos barqueiros de Alcochete à Senhora da Atalaia após terem sido salvos de uma tempestade no mar.
Desde então as fogaças são uma componente obrigatória desta Festa, e são leiloadas na segunda-feira do Círio, continuando a afirmar-se como uma obra-prima da doçaria local.
Desde pequena que como este bolinho, e é um dos queridinhos da minha família. Trazem-me muito boas memórias da minha infância 😊
Canela e limão são sempre um combinação vencedora e nestes bolinhos resultam na perfeição.

Apesar de gostar bastante das fogaças, nunca me tinha aventurado a prepará-las em casa pois, por alguma razão, imaginava que a receita seria bastante complexa.


E eis que a querida Sara, autora do Blog No Conforto da Minha Cozinha, publicou a receita destas meninas e veio desmistificar as minhas crenças. É que não há bolinho mais simples e fácil de preparar neste mundo!
Desde que vi a receita, que prometi que a experimentaria, e esse dia chegou!

Adoro as receitas da Sara. Tudo o que ela nos apresenta tem sempre um toque especial e percebe-se que ela põe muito amor em tudo o que faz.
Já tive o prazer de a conhecer pessoalmente e se existem pessoas 5 estrelas neste mundo, a Sara é uma delas! Na altura até comentamos uma com a outra que numa única tarde de conversa sentimo-nos como se já nos conhecêssemos à anos!
É tão conhecer pessoas assim😊

Mas voltemos à receita... Simples, fácil e com pouco ingredientes, preparam-se rapidamente e garanto que vai fazer sucesso!

No Blog da Sara, podem ver também a vídeo receita, onde percebem a simplicidade de execução da receita assim como o ponto esperado da massa.
A única alteração que fiz na receita foi a de dobrar a quantidade de canela, pois adoro, tudo o resto segui à letra e resultou lindamente bem! Ficam bastante próximas da receita tradicional.

Aproveitem que os dias já estão mais frescos e já apetece acender o forno, para fazerem estes deliciosos bolinhos.

Ingredientes:
→ 250g de farinha de trigo com fermento
→ 2 c.chá de canela em pó
→ Raspas de 1 Limão
→ 70g de manteiga amolecida
→ 5 c.sopa de água morna
→ 175g de açúcar amarelo
→ 1 gema de ovo para pincelar

Preparo - Modo Tradicional:
1) Peneirar a farinha para uma tigela, adicionar a raspa de limão e a canela e misturar.
2) Adicionar a manteiga a água e o açúcar e a amassar com a ajuda de uma batedeira com as varas de massa ou com as mãos  (se a massa estiver seca, adicionar mais uma ou duas c.sopa de água) até obtermos uma massa homogénea. 
3) Formar bolinhas (no meu caso rendeu 9 bolas pequenas).
4) Forrar um tabuleiro com papel vegetal. Dispor as bolinhas sobre o tabuleiro forrado e  pincelar com a gema de ovo batido. 
5) Levar ao forno a 180ºC por 15 a 20 minutos. Retirar as fogaças e deixamos arrefecer numa grade. Depois de frias guardar num recipiente hermético. 

Preparo - Com robot de cozinha:
1) No copo colocar as cascas de 1 limão (só a parte amarela) e programar 10 segundos, velocidade 10
2) Peneirar a farinha para o copo, e adicionar os restantes ingredientes com excepção da gema e programar 30 segundos velocidade 4 (se a massa estiver seca, adicionar mais uma ou duas c.sopa de água).
3) Formar bolinhas (no meu caso rendeu 9 bolas pequenas).
4) Forrar um tabuleiro com papel vegetal. Dispor as bolinhas sobre o tabuleiro forrado e  pincelar com a gema de ovo batido. 
5) Levar ao forno a 180ºC por 15 a 20 minutos. Retirar as fogaças e deixamos arrefecer numa grade. Depois de frias guardar num recipiente hermético. 




13 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)

Parcerias,

Pizza Vulcano Sweet. Alerta a todos os #chocolatelovers!

22:33:00 Ana Filipa Costa 3 Comments


Fim-de-semana e pizza nasceram para estar juntos!
E se a pizza for doce, assim bem chocolatuda, com tudo de bom, melhor ainda, certo?😁
Juntamos o factor chuva à equação e o que é que obtemos?

A desculpa perfeita para encomendar a mais gulosa sobremesa da Telepizza ... e está à distancia de um clique (vê na imagem abaixo)!


Vulcano Sweet é uma sobremesa feita com massa fresca Telepizza, estendida à mão e no momento, com um "vulcão" de creme de cacau e avelãs rodeado de saborosos pedaços KitKat, o famoso chocolate da Nestlé.

Se estão com vontade de se lambuzarem em muito chocolate, não percam esta novidade, perfeita para partilhar com amigos! Afinal as coisas boas da vida, são para ser partilhadas! 😊

3 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)

Peixe

Choco em Tomatada Aromática

09:00:00 Ana Filipa Costa 3 Comments


Uma refeição prática, equilibrada, leve e saborosa para preparar durante a semana, é tudo o que precisamos não é verdade?

Na correria do dia-a-dia, acabamos por recorrer sempre aos mesmos pratos, porque já os sabemos fazer de "olhos fechados" e porque são práticos. A verdade é que existem variadíssimas opções que encaixam nestes requisitos e que são muitas vezes esquecidas. 

A prova disso é este prato de chocos com tomatada, aromatizado com salsa e hortelã. Faz-se em cerca de 30 minutos, não requer muita atenção e é bastante saboroso.
Em alternativa ao choco, podem usar choquinhos ou até mesmo lulas. Fica delicioso!

Bom apetite! 😊

*Ingredientes para 4 pessoas
Ingredientes:
→ 500g de choco limpo e cortado em pedaços
→ 1 cebola média descascada e picada
→ 2 dentes de alho descascados e picados
→ 5 tomates maduros sem pele, picados
→ 1 raminho de salsa picada
→ 2 pés de hortelã picada
→ 1 c.chá de açúcar
→ azeite
→ 4 batatas descascadas e cortadas em rodelas
→ sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
1) Cozer as batatas em água abundante, temperadas com sal e reservar.
2) Temperar os chocos com sal, pimenta e 1/3 da salsa picada e reservar.
3) Num tacho grande levar ao lume um fio de azeite, a cebola e o alho e deixar refogar até que a cebola fique translúcida.
4) Juntar o tomate, 1/3 da salsa picadas e 1/2 da hortelã picada, o açúcar e deixar cozinhar tapado, em lume médio, por 4 a 5 minutos.
5) Juntar os chocos, rectificar temperos se necessário, tapar e deixar cozinhar em lume brando aproximadamente 15 min, agitando o tacho de vez em quando.
6) Servir os choquinhos com o molho sobre rodelas de batatas cozidas, salpicado abundantemente com a restante salsa e hortelã picadas.


3 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)