Sobremesas,

Pastéis de Feijão

21:53:00 Ana Filipa Costa 8 Comments


Na zona onde vivo, existe uma pastelaria que faz uns pastéis de feijão de comer e chorar por mais. Quer os de feijão como os de nata, são absolutamente deliciosos e muitas vezes fico na dúvida sobre qual escolher 😊

Por apreciar tanto estes pastéis de feijão, resolvi fazê-los em casa usando uma receite de família.
Para mim qualquer desculpa é boa para fazer um docinho, especialmente quando são coisas que nunca antes havia experimentado.
A experiência correu bastante bem e resolvi partilhável-la convosco também em vídeo.

O interior destes pasteis fica bastante rico, denso e cremoso, com um base de massa folhada estaladiça por fora. Experimentem fazer em casa, vão ficar fãs! 😊



Ingredientes:
→ 500g de açúcar
→ 150g de amêndoa ralada
→ 250g de puré de feijão branco (feijão branco cozido, sem a casca - para remover a casca o processo mais simples é passar o feijão cozido por um passe vite, ou um coador)
→ 2,5 dl de água
→ 10 gemas
→ 1 embalagem de massa folhada
→ açúcar em pó para decorar

Modo de Preparo:
1) Misturar num tacho o açúcar com a água e levar ao lume para ferver. Depois de começar a ferver aguardar até obter o ponto fio/estrada (que em lume médio alto leva cerca de 10 minutos).
2) Atingido o ponto de fio, juntar a amêndoa ralada e o polme de feijão branco, e manter em lume brando, mexendo sempre, até que seja possível ver o fundo do tacho ao passar a colher (verão que a mistura vai engrossar). Remover o tacho do lume e deixar amornar.
3) Com a mistura já morna, adicionar as gemas levemente batidas, e envolver vigorosamente. Retornar o tacho ao lume, mexendo sempre, até ferver. Assim que ferver, retirar do lume e reservar.
4) Estender a massa folhada, formar um rolo e cortar cerca de 15 tiras (esta receita rende 15 pastéis).
5) Untar formas individuais com manteiga e em seguida forrar cada forma com um pedaço de massa folhada, espalhando uniformemente com a ajuda dos dedos.
6) Sobre cada forma verte 2 a 3 colheres de sopa de recheio.
7) Levar os pastéis ao forno, a 180ºC por cerca de 20 minutos, ou até dourarem.
8) Depois de prontos, retirar do forno, passar uma faca ao redor de cada pastel de forma a garantir que desenforma bem. Deixar amornar um pouco antes de os transferir para forminhas de papel.
9) Decorar com açúcar em pó a gosto.






8 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)

Peixe

Caldeirada de Peixe

13:15:00 Ana Filipa Costa 6 Comments



Não existe nada mais reconfortante do que a comida de tacho.
Guisados, estufados, caldeiradas... sabores ricos, que nos aconchegam a alma.

Gosto particularmente do conceito da caldeirada, um prato de tacho à prova de preguiçoso 😊
Escolhemos os ingredientes, juntamos tudo no tacho, em cru, e deixamos que cozinhe em lume brando, permitindo que os sabores se combinem na perfeição.

Decidi fazer este prato de caldeirada, depois de uma visita ao Mercado do Livramento em Setúbal, num sábado. Adoro este mercado! Tem imensa vida, é repleto de cores, cheiros e sabores e no que toca a peixe, tem uma grande variedade à escolha, sempre fresco. Uma perdição!
Mercado do Livramento - Setúbal

A maioria das bancas de peixe, vende a mistura de caldeirada já pronta, com os peixes típicos que são usualmente usados (tamboril, cação ou safio, pata roxa, enguia, sardinha, entre outros), e foi precisamente por essa mistura que optei para fazer este prato.

E vocês? Também costumam visitar os Mercados das vossas terras?
Deixo-vos com a receita, espero que gostem! 😊

*Quantidades para 5 pessoas
Ingredientes:
→ 1,5 Kg de mistura de peixe para caldeirada cortado em pedaços pequenos (usei tamboril, cação, pata roxa e enguia)
→ 3 tomates grandes pelados e bem maduros, cortados em pedaços pequenos
→ 1 pimento verde e 1 pimento vermelho lavados, sem as sementes e cortados em tiras pequenas
→ 2 c.sopa de massa de pimentão
→ 2 cebolas médias descascadas e cortadas em rodelas
→ 3 dentes de alho descascados e picados
→ 1 dl de vinho branco
→ 1 dl de água
→ 1 folha de louro
→ sal, pimenta e colorau em pó a gosto
→ azeite
→ 1 raminho de salsa, outro de coentros e umas folhas de hortelã
→ 5 batatas grandes descascadas e cortadas em rodelas

Modo de Preparo:
1) Num tacho grande colocar algumas rodelas de batata, dispor alguns pedaços de peixe, por cima colocar um pouco de tomate em pedaços, algumas rodelas de cebola, alguns pedaços de pimento, um pouco dos alhos picados, temperar com sal, pimenta e colorau em pó a gosto, dispor um pouco de massa de pimentão, um fio de azeite e um pouco da salsa, coentros e hortelã.
2) Repetir o passo 1, construindo camadas, até acabar todos os ingredientes.
3) Regar com o azeite e a água, tapar o tacho e levar a cozinhar em lume brando até que a batata esteja cozinhada. (Durante o processo de cozedura, poderá ser necessário adicionar um pouco de água, nesse caso, convém provar o caldo para verificar se é necessário rectificar os temperos).
4) Servir quente acompanho de pão (se gostarem podem servir com pão torrado).




6 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)

Entradas,

Tábua de Fruta, Queijos e Enchidos, para partilhar com amigos

19:28:00 Ana Filipa Costa 5 Comments


Não é à toa que este Blog tem um nome relacionado com petiscos. Petiscos é o meu nome do meio! 😊

Geralmente petisco significa boa comida, em boa companhia, com boa disposição. É algo positivo e que sabe bem!

O que vos trago hoje não é uma receita propriamente dita, mas sim uma sugestão.
Ás vezes, tudo o que precisamos é de uma ideia para fazer algo diferente, para nos inspirarmos não é verdade?

A minha inspiração para esta tábua teve origem na feira de vinhos, queijos, enchidos e pães, que está a decorrer, até dia 19 de Outubro, no Jumbo! São promoções imperdíveis de produtos que estão sempre presentes na maioria das casas portuguesas!

Para esta tábua  usei chouriço, presunto, algumas variedades de queijo, uvas, figos e nozes.
Complementei com pão e marmelada e servi acompanhado de bons vinhos e boa disposição.

Abaixo deixo-vos a sugestão de alguns produtos que poderão usar para criarem a vossa própria tábua e surpreenderem os vossos amigos e familiares. Ao clicarem sobre os produtos, serão re-direccionados para o site do Jumbo onde poderão consultar mais detalhes da campanha em vigor e fazer as vossa compras, comodamente, online.



Uma tábua simples e perfeita para partilhar, porque as coisas boas da vida, devem ser partilhadas 😊









5 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)

Marisco,

Arroz de Tamboril

22:21:00 Ana Filipa Costa 5 Comments

Hoje, para além de uma receita (que aqui em casa adoramos), trago-vos também uma boa dica.

De 05 a 19 de Outubro o Jumbo está com promoções imperdíveis em diversos vinhos, e poderão aproveitar para reabastecer o vosso stock, conhecer novas marcas ou até mesmo começar a pensar nas prendas de Natal, afinal já não falta assim tanto tempo, e se podermos economizar, tanto melhor!

Abaixo deixo-vos algumas sugestões de vinhos brancos e rosé, que combinam muito bem com pratos de peixe como o que hoje vos trago.

Desde que estou grávida, naturalmente deixei de consumir álcool mas nem imaginam as saudades que tenho de acompanhar uma refeição com um bom copo de vinho! O meu consolo é saber que é por uma boa causa e que daqui a uns mesinhos vou poder vingar-me e matar as saudades! 😊

Aproveitem esta promoção, vale mesmo a pena!
Se clicarem sobre os produtos abaixo, serão direccionados para o site do Jumbo, onde poderão ver estes e outros produtos e inclusive poderão proceder à compra Online dos mesmos e receber em vossa casa. Melhor é impossível! Quem é amiga, quem é? 😃



Ingredientes:
→ 1kg de tamboril em postas
→ 250g de camarão
→ 1 cebola
→ 2 dente de alho
→ 1 tomate grande
→ 1 fio de azeite
→ 1 folha de louro
→ Sumo de 1 limão
→ 1 raminho de tomilho fresco
→ Sal e pimenta a gosto
→ 1 + 1/2 chávena de arroz agulha
→ 5 chávenas de água
→ 1 raminho de coentros

Modo de Preparo:
1) Começar por preparar o tamboril, dispondo-o numa travessa, temperando com sal e pimenta a gosto, o sumo de limão, 1 dente de alho descascado e picado e o tomilho. Reservar.
2) Num tacho grande, colocar a cebola descascada e picada, o azeite e a folha de louro e levar a refogar até que a cebola fique translúcida. Juntar então o outro dente de alho descascado e picado e o tomate descascado, sem sementes e picado finamente. Deixar refogar mais um pouco para que o tomate perca alguma da sua água.
3) Adicionar o peixe, previamente temperado, os camarões e deixar cozinhar juntando água, pouco a pouco, consoante seja necessário, cerca de 15 minutos em lume médio. Quando o peixe e o camarão estiverem cozinhados, retirá-lo para uma travessa, e no tacho juntar as 5 chávenas de água, sal e pimenta a gosto e deixar ferver. Nesse momento adicionar o arroz, e cozinhar por cerca de 15 minutos. Pouco antes do arroz estar cozinhado, voltar ao tacho o peixe e os camarões, envolvendo bem. Polvilhar com coentros picados a gosto e servir de imediato.






5 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)

Bimby,

Lasanha apetitosa e reconfortante #norobotdecozinha

11:31:00 Ana Filipa Costa 7 Comments


O Outono começou de forma tímida.
Os dias começam e terminam com temperaturas mais frescas, mas a meio, a temperatura está amena e agradável.
A receita de hoje é um prato reconfortante, que apreciamos bastante aqui em casa, e que nas noites mais frescas, já apetece.

Esta receita foi feita inteiramente no meu robot de cozinha, porque aprecio a praticidade do mesmo para este tipo de pratos, mas deixo todos passos para quem a preferir fazer de forma tradicional.

Aproveitem o feriado para fazer este prato tão reconfortante e de forma geral tão apreciado. Se tiverem sobrar, podem perfeitamente levar na marmita para o dia seguinte, e assim têm um dois em 1, almoço/jantar do feriado e marmita para o dia seguinte, no trabalho 😊

Ingredientes:
Para a Carne
→ 1 cebola (150g)
→ 2 dentes de alho (40g)
→ 1 folha de louro
→ 40g de azeite
→ 2 tomates (220g)
→ Folhas de manjericão fresco a gosto
→ 500g de carne picada
→ 1 c.sopa de molho de soja
→ 1 c.chá de mostarda em grão
→ 2 c.sopa de polpa de tomate
→ sal e pimenta a gosto
→ 1 cálice de vinho branco
→ 50 g de bacon em pedaços
Para o Molho Branco
→ 650g de leite
→ 50g de farinha
→ 40g de manteiga
→ sal, pimenta e noz moscada a gosto
Para a montagem
→ 300ml de natas
→ 200g de queijo ralado
→ folhas de lasanha
→ orégãos
→ pimentão doce em pó


Preparo - Modo Tradicional:
1) Começar preparando o molho, colocando num tachinho a manteiga e levar a derreter. Quando estiver derretida, juntar a farinha e cozinhar por 2 minutos para amenizar o sabor forte da farinha. Aos poucos, em lume brando, adicionar o leite, mexendo bem para evitar grumos. Mexer até que o molho engrosse. Temperar com sal, pimenta e noz moscada a gosto. Reservar. (antes de usar, na montagem da lasanha, mexer bem para a textura voltar a ficar cremosa).
2) Numa frigideira grande e funda, colocar o bacon e um fio de azeite (10g) e levar a dourar.
3) Adicionar a cebola picada, 1 dente de alho picado e a folha de louro e refogar até que a cebola fique translúcida.
4) Adicionar os tomates (sem pele e sem sementes) cortados em pedaços pequenos e as folhas de manjericão e deixar cozinhar entre 5 a 10 minutos para que o tomate amoleça e solte alguma da sua água.
5) Remover a folha de louro, juntar a carne picada,  a soja a mostarda, a polpa de tomate, o vinho branco e temperar com sal e pimenta a gosto, mexer bem para envolver todos os sabores e deixar cozinhar em lume brando por 10 a 15 minutos para apurar os sabores.
6) Montar a lasanha começando por dispor, numa travessa de forno, uma fina camada de molho branco, e 2 c.sopa de natas. Cobrir com folhas de lasanha, tapar as folhas com a carne, polvilhar a carne com um pouco de queijo ralado, orégãos e pimentão doce em pó.
7) Repetir o passo 6, até que termine a carne. Finalizar a lasanha com uma camada de folhas de lasanha, coberta com molho branco e natas e polvilhada com queijo ralado, orégãos e pimentão doce em pó.
8) Levar ao forno, a 180ºC, por cerca de 30 minutos, ou até se veja borbulhar o recheio e o topo esteja dourado (se o topo dourar mas a massa ainda não estiver cozinhada, cobrir a travessa com uma folha de papel alumínio e deixar no forno até que a massa cozinhe).

Preparo - Com robot de cozinha:
1) Começar preparando o molho, colocando todos os ingredientes no copo e programando 8 minutos, 90ºC, velocidade 4. Reservar. (Antes de usar, na montagem da lasanha, mexer bem para a textura voltar a ficar cremosa).
2) No copo limpo colocar o bacon e um fio de azeite (10g) e programar 6 minutos, varoma, velocidade 1. Adicionar a cebola picada, 1 dente de alho picado e a folha de louro e programar 6 minutos, varoma, velocidade colher inversa. Adicionar os tomates (sem pele e sem sementes) cortados em pedaços pequenos e as folhas de manjericão e 8 minutos, varoma, velocidade colher inversa.
3) Remover a folha de louro, juntar a carne picada,  a soja a mostarda, a polpa de tomate, o vinho branco e temperar com sal e pimenta a gosto e programar 10 minutos, 100ºC, velocidade 1 inversa.
4) Montar a lasanha começando por dispor, numa travessa de forno, uma fina camada de molho branco, e 2 c.sopa de natas. Cobrir com folhas de lasanha, tapar as folhas com a carne, polvilhar a carne com um pouco de queijo ralado, orégãos e pimentão doce em pó.
5) Repetir o passo 6, até que termine a carne. Finalizar a lasanha com uma camada de folhas de lasanha, coberta com molho branco e natas e polvilhada com queijo ralado, orégãos e pimentão doce em pó.
6) Levar ao forno, a 180ºC, por cerca de 30 minutos, ou até se veja borbulhar o recheio e o topo esteja dourado (se o topo dourar mas a massa ainda não estiver cozinhada, cobrir a travessa com uma folha de papel alumínio e deixar no forno até que a massa cozinhe).






7 comentários:

Agradeço a tua visita e comentário!
Espero ver-te por aqui mais vezes :)